M.M.P. Capilar

O MMP ® , ou microinfusão de medicamentos na pele, é um tratamento que utiliza um aparelho com microagulhas que permite a infusão de medicamentos dentro da pele.

A perfusão é realizada pela máquina com microagulhas, em um movimento de vai e vem e com profundidade controlada, tornando a absorção mais rápida, uniforme e precisa. As agulhas são imersas nos medicamentos estéreis, que são infiltrados no couro cabeludo e na pele, oferecendo uma ação muito mais eficaz.

O sangramento é bem superficial, quase inexistente.

A maior indicação do MMP hoje é nas alopecias (queda de cabelo). Podemos tratar desde eflúvio telógeno (queda acentuada dos fios) até mesmo alopecia androgenética (calvície) e a alopecia areata.

Em cada situação escolhemos as medicações adequadas para infiltrar diretamente toda a área afetada do couro cabeludo. A mescla de medicamentos é definida pelo especialista, e varia de acordo com as necessidades do paciente.

Vitaminas, fatores de crescimento e bloqueadores enzimáticos podem ser usados em conjunto ou isoladamente, a fim de obter os melhores resultados em cada caso, a depender do diagnóstico.

Além da ação da medicação utilizada, há o efeito do microagulhamento, estimulando o metabolismo do couro cabeludo e a liberação de fatores de crescimento. Isso acontece porque as agulhas provocam pequenas lesões na superfície, gerando um leve sangramento.

O número de sessões varia de acordo com a necessidade e o problema a ser tratado. O intervalo entre cada uma delas deve ser de, no mínimo, um mês. Por isso, geralmente são realizadas em intervalos mensais.
Além disso, podemos realizar antes das sessões de MMP, uma sessão de Fotobiomodulação com Capacete de Led, que aumenta a permeabilidade das células e melhora a penetração dos medicamentos que serão injetados por microinfusão.

O numero de sessões vai variar de acordo com cada caso, porem é preconizado um protocolo de 4 sessoes com intervalo de 30 dias entre cada sessão.

Que cuidados devem ser tomados após o procedimento?

Em virtude das microlesões causadas pelas agulhas, é possível o paciente apresentar inchaço, vermelhidão e pequenas crostas no local, as quais desaparecem em alguns dias. Sendo assim, embora possa retomar as atividades diárias normalmente após a aplicação, são recomendados alguns cuidados, como:

não lavar o cabelo no dia do procedimento, podendo usar o shampoo de costume após o primeiro dia;

evitar exposição solar durante o processo inflamatório, ou seja, 2 a 3 dias após a aplicação;

suspender o uso de medicamentos tópicos para a queda de cabelos por até 48h após a sessão;